sábado, 27 de dezembro de 2014



Aquela saudade que você tentou não sentir, mas esteve e está presente a cada instante longe.
Aquele pensamento que rodeia todos os momentos que não estão acontecendo por conta da distância física.
Aquela vontade de sair correndo, largar tudo só para estar perto mais um pouco.
Aquela raiva incontida de não poder largar tudo e estar perto mais um pouco.

Aquele amor que brotou como contra a vontade, e que cria raízes tão profundas que você nem sabe por onde começar a arrancar para ver se para de brotar saudade.
Mania de sentir demais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário