sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Far away



Quando se toma distância demais de alguém
Você passa a não mais enxergá-la, você enxerga ou acha que enxerga o que você lembra dela
Mas não é mais ela, é a memória de alguém.
É como pegar uma foto de bebê e acreditar que 17 anos depois ainda é um bebê.

Quando nos distanciamos muito do objetivo em comum
muitas vezes perdemos o sentido, a razão, e muitas vezes até sentimentos
Quando os valores se alternam, porque alguns sentimentos mudaram de lugar
Desgastes básicos de fome, dor, sono, cansaço...

Desgastes psicológicos ou emocionais.. nos distanciam ainda mais
Como lidar com o outro sem lidar com a gente mesmo?
Impossível. Não se for algo saudável..
Trabalhar social é nos auto-trabalhar..

É construir, é renovar, é aprender..
começar do zero todos os dias, uma nova chance, um novo olhar
sempre coisas novas, nem sempre boas de primeira vista
mas se passar os olhos de novo.. há de encontrar..

Um sorriso, uma lição.. uma possibilidade de se transformar..



Nenhum comentário:

Postar um comentário