segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Amorium

Devia haver uma língua universal para o amor.

Que não diferisse entre homens e mulheres, nem entre pessoas de signos diferentes, nem nada do tipo, nem idade, nem tamanho, nem humor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário